História

Andorinhas - Orla - 02O bairro Andorinhas localiza-se ao nordeste de Vitória, as margens do Canal de Camburi, próximo a ponte da passagem. Neste local, no início dos anos 60 ocorreu um processo de ocupação no manguezal existente, que culminou em um aglomerado de barracos e palafitas permeando as margens do Canal da Passagem.

O manguezal invadido, de propriedade da Marinha, recebeu o nome de Andorinhas em função da existência de uma pedra às margens do mangue, onde freqüentemente pousavam muitas andorinhas, que inclusive já faziam parte da paisagem ambiental da área. A ocupação se deu de forma desordenada provocando a descaracterização do ambiente natural do mangue, sendo posteriormente urbanizada sem planejamento e organização.

As invasões tiveram início na década de 60, quando os primeiros ocupantes delimitaram seu espaço no mangue, efetuando um aterro bem próximo ao Canal da Passagem, do lado oposto ao campus universitário. Surge no local um grande número de barracos e palafitas que ganhavam espaço às margens do mangue.

O mangue passou a alojar em maior expressão migrantes do interior do Estado, do norte de Minas Gerais e do sul da Bahia, que chegavam à cidade em busca de trabalho e melhores condições de vida.

As primeiras moradias eram de madeira, construídas precariamente pelos moradores e os primeiros moradores delimitavam seu terreno e posteriormente efetuavam o aterro.

Fonte: Diagonal Urbana, Projeto Terra,SEDEC / DIT / GEO

Texto extraído do link http://legado.vitoria.es.gov.br/regionais/bairros/regiao4/andorinhas.asp em 23/12/2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s